Versão portuguesa da Recomendação do CoE CM/Rec(2017)4

O IPDJ lançou no dia 19 de dezembro de 2018 a versão portuguesa de três Recomendações do Conselho da Europa, na área da juventude.

Trata-se de recomendações do Conselho da Europa que pretendem dotar os Estados-Membros de ferramentas e competências no trabalho com jovens e no sentido de promover a inclusão social e a cidadania ativa de todos/as os/as jovens, designadamente dos/as jovens de bairros desfavorecidos.

Uma das publicações importantes para o trabalho na área da Juventude, é a Recomendação CM/Rec(2017)4 - Trabalho com Jovens

O Conselho da Europa é a principal organização de Direitos Humanos do continente. É composto por 47 Estados-Membros, 28 dos quais são membros da União Europeia, que desenvolve normas para, monitorizar e cooperar com os seus Estados-Membros em matéria de Direitos Humanos, Democracia e Estado de Direito.

Estas, em forma de recomendações, são elaboradas pelo Comité de Ministros do Conselho da Europa para os seus Estados-Membros, que, apesar de não serem vinculativas, fornecem uma estrutura política e propostas que os governos podem implementar a nível nacional.

Tendo em consideração a diversidade de trabalho com jovens pelos Estados-Membros e dentro dos mesmos, o Conselho da Europa considerou que deveria ser prestada especial atenção à necessidade de estratégias, legislação, estruturas e recursos sustentáveis, assim como às políticas relacionadas que promovem igual acesso ao trabalho com jovens para todas as pessoas jovens, com o intuito de melhorar a coordenação do conhecimento sobre trabalho com jovens e o acesso ao mesmo e melhorar os recursos a nível europeu, nacional, regional e local, bem como apoiar o intercâmbio de práticas de trabalho com jovens, aprendizagem entre pares e a criação de redes e parcerias sustentáveis.

Neste sentido, o Comité de Ministros do Conselho da Europa adotou, a 31 de maio de 2017, a Recomendação CM/Rec(2017)4 – Trabalho com Jovens, a qual se aplica ao trabalho com jovens em toda a sua diversidade. O objetivo é incentivar os Estados-Membros a desenvolver políticas e práticas de trabalho com jovens dentro da sua esfera de competência, convidando-os a adotar uma série de medidas que fortaleçam o apoio necessário ao trabalho juvenil a nível local, regional, nacional e europeu.

O trabalho com jovens é um termo amplo que abrange uma ampla variedade de atividades de caráter social, cultural, educacional, ambiental e / ou político, com e para jovens, em grupos ou individualmente. O trabalho com jovens é prestado por trabalhadores/as voluntários/as ou remunerados/as e voluntários/as, e baseia-se em processos de aprendizagem não formal e informal centrados nos/as jovens e na participação voluntária. O trabalho com jovens é fundamentalmente uma prática social, trabalhando com jovens e as sociedades em que vivem, facilitando a participação ativa e a inclusão de jovens em suas comunidades e nas tomadas de decisão.

Esta é pois uma ferramenta que poderá ajudar as organizações no seu trabalho com e para jovens.

Para além da versão digital aqui disponibilizada, a versão impressa pode ser solicitada no Centro de Juventude de Lisboa, através do e-mail cjlisboa@ipdj.pt.

Consulte no site do CoE as versões originais, em inglês e francês.

 

 

 

 

Todas as Atividades